Estudo de Caso - Modernização e relocação do FSOU NHSK em Lufeng

DETALHES DO LOCAL:

Localização: Bloco LuFeng (LF) 08
Região: Bacia do Rio das Pérolas, Mar do Sul da China, sudeste de Hong Kong
Profundidade da água: 132 m [433’]
FSOU: Nanhai Sheng Kai, operado pela CNOOC (China National Offshore Oil Corporation)
Embarcação: Maersk Attender (PIV)

SINOPSE:

O trabalho de cinco meses envolveu o gerenciamento do projeto, engenharia de instalação e aquisições para a instalação de um novo sistema de ancoragem de torre.
 

ESCOPO DO TRABALHO:

O trabalho incluiu:

  • Descomissionamento e recomissionamento de boia e riser do LF 13-1, incluindo a substituição provisória do sistema de ancoragem de torre no campo LF 13-1 para receber o FSOU temporário Nanhai Kai Tuo.
  • A instalação do novo sistema de ancoragem no campo LF 13-2, incluindo 8 âncoras de arraste, 8 pernas de ancoragem com amarras e cabos de aço, estrutura da base por gravidade e clump weight, conjunto de boia com arco (Mid Water Arch) e conexão da boia às pernas de ancoragem.
  • A instalação de uma nova flowline flexível de 203 mm [8”] e riser entre o sistema de ancoragem de torre e a plataforma da cabeça de poço do LF 13-2.

DESAFIOS:

O FSOU Nanhai Sheng Kai estava em operação há 20 anos – oito anos além de sua vida operacional de projeto original.

Consequentemente, seu sistema de ancoragem submarina começou a deteriorar e corroer. Para facilitar a continuidade de produção do campo LuFeng e a expansão do campo de petróleo LF 13-2, a operadora do campo - a CNOOC Ltd. - prolongou a vida útil do FSOU por um período adicional de 15 anos por meio da  modernização e do remanejamento de seu sistema de ancoragem para o campo de petróleo LF 13-2.

Em função da natureza diversa do escopo do trabalho offshore, o principal desafio foi fazer a interface com a embarcação principal da instalação, o Maersk Attender, para acomodar os requisitos do projeto e o cronograma apertado.

SOLUÇÃO:

A experiência da InterMoor com soluções a bordo desempenhou um papel fundamental na execução do projeto de forma eficiente e bem sucedida. A empresa também projetou um equipamento especial para manipular os cabos de aço "jacketed spiral strand". A falta de grandes carretéis de armazenamento no AHTS exigiu que os cabos de aço "jacketed spiral strand" fossem bobinados nos guinchos principais, usando adaptadores especiais.

AÇÃO:

A InterMoor e a OIS (Offshore Installation Services) desenvolveram procedimentos para permitir a execução de operações simultâneas em alto-mar e trabalhar com mergulhadores, veículos operados remotamente (ROVs) e com a embarcação de manuseio da âncora (AHV) bem perto do sistema de ancoragem de torre. Os equipamentos de instalação utilizados para a conexão da boia da NHSK incluíram amarrações de passagem, o que permitiu que a conexão inicial das ancoragens às boias fosse feita com as boias flutuando na superfície, seguida por uma sequência passo a passo para puxar gradualmente a boia para baixo, de forma controlada, até a posição submersa final.

RESULTADOS:

Todo o trabalho foi realizado com segurança, eficiência e adiantado em relação ao cronograma.

“Em nome da China Offshore Oil Engineering Corporation (COOEC) e de nosso cliente CNOOC, gostaríamos de agradecê-los pelo alto nível de desempenho neste projeto, e esperamos poder trabalhar com vocês novamente na República Popular da China num futuro próximo.”
– Gerente de Projeto e Adjunto, Departamento de Engenharia da COOEC

  • Boia e guindaste
    Boia e guindaste
  • MWA e guindaste
    MWA e guindaste
  • Embarcação de assentamento de risers
    Embarcação de assentamento de risers

Entre em contato