Instalação de condutor em Papa Terra

DETALHES DO LOCAL:

Localização: Campo de Papa Terra
Região: Bacia de Campos, Sudeste do Brasil
Profundidade da água: 1.200 metros [5.900’]
Barcaça: Muliceiro -X
Embarcação: DOF Subsea Skandi Skolten
Clientes: Petrobras e Chevron

SINOPSE:

Em Março de 2010, a Petrobras contratou a InterMoor para instalar condutores de perfuração e produção usando a metodologia patenteada da InterMoor para instalação de condutores. ESCOPO DO TRABALHO: Todas as operações foram realizadas fora do caminho crítico da plataforma e incluíram a fabricação dos 17 condutores de poço; o projeto, fabricação e instalação de cinco gabaritos, e o fornecimento da barcaça de instalação. As dimensões dos condutores foram de 91,44 cm [36’] de diâmetro externo x 3,81 cm [1 ½”] de parede x 59 m [193,6’] de comprimento. Quinze dos condutores foram cravados conforme especificações do cliente. O trabalho de levantamento adicional foi concluído incluindo navegação na superfície e o posicionamento da LBL (Linha de base longa).

DESAFIOS:

No início da fase de fabricação, A Petrobras empregou procedimentos rigorosos de qualificação de soldagem,  seguindo as normas da Det Norske Veritas (DNV). Essas normas foram utilizadas tipicamente para a soldagem de risers rígidos; consequentemente, os tamanhos admissíveis de imperfeições nas soldas eram extremamente pequenos. O desafio foi mais complexo ainda devido à natureza "turnkey" do empreendimento, ao projeto, fabricação e instalação dos condutores com tolerâncias estritas de inclinação, posição e altura. Preocupações adicionais sobre a localização incluíram tolerâncias de posicionamento e instalação de até 300 mm [11,8”] da posição desejada para o condutor, com menos de um grau de inclinação e uma tolerância de tramo máximo de 100 mm [3,9”]. O cronograma também foi restrito. A InterMoor teve que fabricar e instalar 15 dos condutores em 365 dias de contrato, sendo que 160 desses dias utilizados pelo fornecedor para fabricar e entregar os tubos em Morgan City, LA, nos EUA.

SOLUÇÃO:

A InterMoor fabricou todos os 17 condutores de 914,4 mm [36”] nas instalações de Morgan City (LA, EUA) de acordo com normas DNV-DS-F101 e especificações do cliente. Estudos de Avaliação Crítica de Engenharia (ECA) determinaram se uma determinada imperfeição estava segura contra fratura frágil, fadiga, fluência ou colapso plástico sob as cargas especificadas da instalação e vida útil de serviço. A InterMoor inspecionou todas as soldas dos condutores usando um sistema AUT - Ensaio Ultrassônico Automatizado, um sistema de ensaio não destrutivo muito sensível. Uma configuração especial foi requerida e concebida para o equipamento de AUT neste projeto, devido ao perfil das juntas com chanfro tipo J, à espessura do tubo de 38,1 mm [1,5”] e aos tamanhos de imperfeições admissíveis, definidos pelo estudo de ECA. A InterMoor projetou e fabricou cinco gabaritos individuais em conjunto com a Claxton Engineering e a equipe de levantamento e fabricação da InterMoor. Cada um desses gabaritos de 35 toneladas media 24 m x 4,5 m x 1,5 m [78,7’ x 14,8’ x 4,9’] e cada um deles guiou três condutores.

AÇÃO:

Dezessete condutores e cinco gabaritos foram fabricados, inspecionados e aprovados nas instalações da InterMoor, em Morgan City, LA. A descarga no Brasil foi realizada sem incidentes dois dias antes da chegada da embarcação de instalação. A InterMoor iniciou em seguida o processo de logística de alto nível para o transporte seguro desses materiais até o Rio de Janeiro, no Brasil. A barcaça Muliceiro X foi utilizada para transportar e fazer o lançamento dos condutores. A barcaça foi modificada com a instalação de um sistema de transferência personalizado que elevou e transportou cada condutor até a lateral da barcaça. Os condutores foram conectados por um cabo de manobra à embarcação de instalação e foram lançados lateralmente pelo sistema de transferência da barcaça. Os condutores foram pré-instalados antes da chegada da plataforma de perfuração. Esta técnica já tinha sido aplicada em águas profundas anteriormente, mostrando-se vantajosa. A pré-instalação dos condutores permitiu a utilização de plataformas de menor custo para suportar a instalação offshore e também evitou que o operador pagasse taxas de distribuição da perfuração, o que proporcionou uma redução adicional de custos. Todos os 15 condutores foram ajustados em lote em uma visita ao campo; o que exigiu o lançamento de apenas um bate-estaca hidráulico. A InterMoor utilizou o sistema de bate-estacas hidráulico para águas profundas MHU 270 T da MENCK. O bate-estaca hidráulico cravou todos os condutores em uma só sessão e foi recuperado. Esta estratégia economizou um tempo offshore substancial e minimizou riscos. A instalação foi concluída no primeiro trimestre de 2012, depois da remoção dos gabaritos e da inspeção final “conforme assentado”. Essa inspeção confirmou que todos os condutores foram instalados corretamente, dentro da tolerância, da inclinação e tramo.

RESULTADOS:

Este projeto foi bem sucedido em todos os aspectos: financeiro, logístico, mecânico, de prazos, operacional e, especialmente, em termos de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente.

  • Condutor fora da baia de fabricação
    Condutor fora da baia de fabricação
  • Instalação de gabarito
    Instalação de gabarito
  • Barcaça
    Barcaça

Entre em contato